Durante toda a minha vida fui muito recatada. O erro não esteve em ser prudente, e sim em ser MUITO. O exagero em qualquer coisa nos leva a cometer loucuras. Com isso, é normal "apanhar" da vida. A dor, quando sabe-se ser sentida, promove equilíbrio. É natural surtar sempre que uma nova dificuldade surge, mas tenha consciência de que tudo é aprendizado.

Aquela ideia de "a grama do vizinho é mais verde" é extremamente comum na vida da maioria. Contudo, deve-se sempre manter em mente que cada um passa somente por aquilo que é capaz de suportar. Então, se sua dor parece ser maior do que a de qualquer outra pessoa: meus parabéns! Você é capaz de enfrentar muito mais do que muita gente!

Como um dia disse uma mulher que fez bastante diferença na minha vida: "não tem como amar qualquer coisa sem antes se amar". Não tem como amar o criador sem amar a criatura, ou amar o semelhante sem amar suas próprias características. E, se a felicidade está na boa convivência, nos sorrisos e emoções com as melhores pessoas, como ser feliz sem amor próprio? Quero dizer que você não pode fazer nada direito sem autoconhecimento.

Trabalhe VOCÊ primeiro antes de fazer qualquer coisa. Cuide da sua mente, espírito e corpo.
Respire, dê um tempo, nunca se deixe para depois. Tudo dá certo quando você se põe no seu lugar.

Segundo o dicionário, ser rebelde é não obedecer ou escutar conselhos. Faça isso. Consciência limpa é o que importa.

A vida é muito curta, e o grande erro de muita gente é achar, enquanto jovem, que tudo pode esperar.
Já percebeu que, geralmente, alguns idosos ou são muito bonzinhos ou muito ranzinzas? Não deve ser nada bom chegar na terceira  e última  idade e perceber que podia ter feito mais, e melhor.

Independente da sua idade ou condição de vida, ainda dá tempo de recomeçar. Como afirma o historiador e filósofo Leandro Karnal: "Tempo perdido é tempo perdido".